Copyright © 1998-2001 MV Portal de Cifras  
 
                                                                  
Esta página é parte integrante de MV Portal de Cifras (http://www.mvhp.com.br)
Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.

Bandeira de Guerra
Tom: G
Intro: Em   Bm  G   F#  Bm
            Bm      Em
Foi numa esquina da vida
       F#7            Bm
Uma mulher em hora perdida
   G7             F#7      C7
Um homem em ponto morto
      B7         Em           A
Nessa base do tropeço e mau começo
       A7              F#m                 Em
Foi nascer contra a vontade esse amor torto
     F#7         Bm              G
Me admira ter vingado, quem diria
             F#7                     C7 B7   Em
Que fosse loucura pra mais do que um dia
      F#7         Bm   Bm/A   G7M
Na verdade quem diria
         F#7            Bm    A
Que enxergasse a luz do dia
       A7            D
Mas vingou e é coisa feita
                A#°
Torto sim eu ostento
                C7 B7
E ninguém me endireita
   Em                             Bm     Bm/A
Mulher, já que Deus quer vamos em frente
                  G7
Minha bandeira de guerra
Meu pé de briga na terra
                   F#7   Bm
Meu direito de ser gente
                  Em    Bm
Minha bandeira de guerra
                   Em
Meu pé de briga na terra
       F#          Bm
Meu direito de ser gente
Pedacinhos de Céu
Tom: G
		
G B7 Em                Dm          E7
Tens nos teus lábios dois favos de mel
Am                         Cm          D7 G
E os teus olhos são pedacinhos de céu De tão meigo olhar,
           Bbº                Am E7
Que só de fitar, eu tenho a impressão
Am         A7      D#7       D7
De ver um anjo a voar na amplidão
G B7 Em                 Dm      E7
Mas passas na rua e olhas p'ra trás
Am                      Cm        D7
E o meu coração já não sabe o que faz
G7
Pois antevê, nessa promessa que começa,
                C                          Cm7       G     D#7       D7
Um olhar meio indeciso, E desabrocha num sorriso, Pedacinhos não de céu,
                   G F#m7 B7
Porém os de um paraíso
Em
E num dia banal, trivial,
                 Am          B7       Em
Descobrir num segundo, compreender, Que é coisa normal, natural,
                 C            B7                   E7
Virem anjos ao mundo, para trazer Manso azul promessa,
                                                   Am
Amor sem pressa, E meio leve, Que se atreve a breve espreita,
                                 Em         C
Em claro véu, Serena luz mal percebida, Que resolve toda a vida,
             B7 Em
Em pedacinhos de céu.
Capoeira do Arnaldo
Tom: D#
		           Cm                Gm
Quando eu vim da minha terra
   Cm
Passei na enchente nadando
                    G#7
Passei frio, passei fome
           G7      Cm
Passei dez dias chorando
                     G#7
Por saber que de tua vida
             G7     Cm
Pra sempre estava passando
                   G#7
Nos passo desse calvário
         G7         Cm
Tinha ninguém me ajudando
                  G#7
Tava como um passarinho
        G7      Cm
Perdido fora do bando
                   Gm
Vamo-nos embora, ê ê
           Cm        Gm
Vamo-nos embora, camará
              Cm      Gm
Presse mundo afora, ê ê
              Cm      Cm7/A# Am7(5b)
Presse mundo afora, cama-a-a-rá
           Cm                Gm
Quando eu vim da minha terra
(cm)
Veja o que eu deixei pra trás
                   G#7
Cinco noivas sem marido
        G7        Cm
Sete crianças sem pai
                  G#7
Doze santos sem milagre
          G7        Cm
Quinze suspiros sem ai
                 G#7
Trinta marido contente
         G7        Cm
Me perguntando  já vai?
                     G#7
E o padre dizendo às beata
         G7         Cm
 Milagre custa, mas sai
                   Gm
Vamo-nos embora, ê ê (...)
           Cm                Gm
Quando eu vim da minha terra
       Cm
Num sabia o que é sobrosso
                 G#7
Sabença de burro velho
        G7       Cm
Coragem de tigre moço
                 G#7
Oração de fechar corpo
       G7       Cm
Pendurada no pescoço
                 G#7
Rifle do papo-amarelo
            G7      Cm
Peixeira de cabo de osso
                 G#7
Medalha de Padre Ciço
    G7         Cm
E rosário de caroço
                   G#7
Pra me alisar pêlo fino
        G7      Cm
E arrepiar pêlo grosso
                    G#7
Que eu saí da minha terra
Sem cisma
G7         Cm
Susto ou sobrosso
                   Gm
Vamo-nos embora, ê ê (...)
           Cm                Gm
Quando eu vim da minha terra
                  Cm
Vim fazendo tropelia
                    G#7
Nos lugar onde eu passava
          G7     Cm
Estrada ficava vazia
                     G#7
Quem vinha vindo, voltava
        G7        Cm
Quem ia indo, não ia
                     G#7
Quem tinha negócio urgente
        G7        Cm
Deixava pro outro dia
                 G#7
Padre largava da missa
        G7      Cm
Onça largava da cria
                    G#7
E os pai de moça donzela
       G7       Cm
Mudava de freguesia
                    G#7
Mas tinha que fazer força
          G7          Cm
Porque as moça num queria
                   Gm
Vamo-nos embora, ê ê (...)
                (Cm)  Gm
Eu sai da minha terra
                (cm)
Por ter sina viageira
                    G#7
Cum dois meses de viagem
            G7     Cm
Eu vivi uma vida inteira
                   G#7
Sai bravo, cheguei manso
         G7      Cm
Macho da mesma maneira
                G#7
Estrada foi boa mestra
         G7       Cm
Me deu lição verdadeira
                  G#7
Coragem num tá no grito
        G7           Cm
E nem riqueza na algibeira
               G#7
E os pecado de domingo
            G7      Cm
Quem paga é segunda-feira
                   Gm
Vamo-nos embora, ê ê (...)
Samba Abstrato
Tom: Am 
Intro: Dm7 E7 Am7 Am7/G C7 Bm7/5- E7/9- Am7 E7/9+ 
          Am     Am5+           Am6 
Calado eu luto Sereno e resoluto 
Am5+               Am     
Mas de minuto em minuto, 
F7                     Bm7/5-  
Sinto que a força se esvai 
E7/9-    Bm7/5-         E7/9- 
Eu me mantenho e sustento 
           Bm7/5-        E7/9-  
Da fibra e do pensamento 
          Bm7/5-          E7/9- 
Mas, de momento em momento, 
                 Am  Am7+ Am7 
A resistência descai 
        Em7/5-           A7/9-      Em7/5-   
Respiro fundo Pois, de segundo em segundo, 
A7/9-                   Em7/5-  
Mais cresce o peso do mundo 
      A7/9-        Dm7 
Jesus Cristo sem o pai 
  Bm7/5-          E7/9-   Am7    
Resisto Porém não sei até quando 
Am7/G    C7       Bm7/5- 
No fim, acabo ajoelhando 
        E7/9-     A6  Bm6 E7/9-  
Mas a coragem não cai 
A6                          Em7          Bm7  
Mas ninguém pense Que não estou muito consciente 
       E7/9-      A6 
De que fundamentalmente 
     F#m7      Bm7   Bm/A 
Não existe diferença 
Adm7/5-                    
Entre morrer pela crença 
  C#7              F#m7  Bm6 E7/9-   
E ser igual a toda gente 
          A6      G        F#m6        Bm7 
É tudo um sonho É tudo uma sombra, uma idéia 
E7/9             C#m7 
Autor, ator e platéia 
  F#m7            G/A 
Espero que o pano caia 
    A7/9         D7+ 
Pra sair batendo palmas 
      Em7          C#m7 
Ou romper na maior vaia 
     F#m7             B6/7 
Ou dizer, muito ao contrário, 
        F#m7       Bm7 
Que espetáculo tão frouxo 
      E7        A6    E7/9- 
Nem merece comentário 
Samba Erudito
Tom: F#m
Intro: Am  F#m7/5-  Em/G  Em  Am  B7  Bm7/5-  Am  F#m7/5-  Em/G  Em  C7  B7  (Em)  (B7)
               F#m7/5-   B7
Andei sobre as águas
           Em
Como São Pedro
                E7
Como Santos Dumont
        G#º      Am
Fui aos ares sem medo
                F#m7/5-
Fui ao fundo do mar
       B7        Em
Como o velho Picard
             F#7
Só pra me exibir
                  (B7)
Só pra te impressionar
           F#m7/5-   B7
Fiz uma poesia
             Em
Como Olavo Bilac
           E7
Soltei filipeta
        G#º        Am
Pra ter dar um Cadillac
               F#m7/5-
Mas você nem ligou
     B7       Em
Para tanta proeza
             F#7
Põe um preço tão alto
           (B7)
Na sua beleza
              F#m7/5-
E então, como Churchill
      B7           Em
Eu tentei outra vez
           E7
Você foi demais
        G#º        Am
Pra paciência do inglês
          F#m7/5-
Aí, me curvei
       B7         Em/G
Ante a força dos fatos
             C7
Lavei minhas mãos
     B7       Em
Como Pôncio Pilatos
Andei sobre as águas (...)
Teima Quem Quer
Tom: Em
 Em  Am7  Em  Am7
Que teimosia
Em            Am7        Em
Nada nos une, tudo nos separa
                 Bm7/5-
Só quando a vida pára
    E7          Bm7/5-  E7
E o tempo se distrai
               Bm7/5-  E7
Do momento que vai
           Bm7/5-   E7           Am    Am7
Do grito ouvido ao  vidro estilhaçado
D7                             	D#º  Em     Em7/D
É que eu paro ao teu lado e nós tro  camos
C                  C#º      B7/4  (B7)
Vidas perdidas por horas roubadas
           Em    B7
Teima quem quer
              Em    B7
Deixa disso mulher
  Em
A sorte não dá para todos
                       B7
Mas não escolhe a quem falta
      Am7           F#m7/5-
De um lado tem maré alta
   B7             Em
Do outro praia de fora
     Bm7/5-              E7
Quem não tem juízo é que chora
     Bm7/5-               Am
Quem tem   é   que não se toca
                    Am7
Deus sabe o dia e a hora
 D7              G7+    G7
Aperta mas não sufoca
Am7     B7            Em     Em7/D
Entre o grito e o estilhaço
C                  C#º
Cabe outra vida na vida
      B7/F#            B7/4    B7
Outro mundo entre meus braços
            Em         Em/G  B7
Teima assim quem quer
              Em    (B7/9+)
Deixa disso mulher

 

Amor de Trapo e Farrapo
Tom: Am
Intro: Am7/9 Am7/9 Am7/9 Am7/9 E7/9-
Am7/9
Amor de trapo e farrapo
     D7/9              Am7/9
Tudo errado mas tão gostoso
   Em7/5-           A7
De dar arrepio na espinha
 Dm7
Amor de galo de rinha
 Bm7/5-          E7/9-
Amor de arrancar toco
        Am7/9               C7
Amor de louco contra louca
F#m7/4           B7/9
Ciume e fogo nos olhos
Bm6             (E7/9)
Beijo, o fogo na boca
       (E7/9-)        Am7/9
E o coração, incendio pleno
     D7/9
Amor sereno
     Am7/9
Amor pirraça
     D7/9
Amor veneno
     Am7/9
Amor cachaça
 Em7/5-      A7
Amor debaixo d'agua
        Dm7
Amor no meio dos infernos
 Bm7/5-       E7/9-           Am7/9
Amor de meter susto ao padre eterno
        C7
E ja se vê
   Bm7/5-     E7/9-        Am7/9 (E7/9-)
So pode ser o amor de eu e vocë
Am7/9
Amor de trapo e farrapo...
Cravo Branco
Tom: Am
Intro: Am7 C7 F7 E7 Am7 C7 F7 E7 Am7 E7/9+
Am7 E7   Am7     E7         Am7
Saiu  de casa de terno tropical,
       Em7/5-  A7              Dm7
Camisa creme, lenço e gravata igual,
Dm7/C     Bm7/5- E7   Am7   C7
Jantou e saiu    satisfeito,
                  F7
Pra antes da meia-noite,
              E7      Am7   (E7/9-)
Morrer com um tiro no peito.
Am7 E7   Am7     E7         Am7
Saiu  de casa de terno tropical,
       Em7/5-  A7              Dm7
Camisa creme, lenço e gravata igual,
Dm7/C     Bm7/5- E7   Am7   C7
Jantou e saiu    satisfeito,
                  F7
Pra antes da meia-noite,
              E7      Am7
Morrer com um tiro no peito.
Bm7/5-           E7/9-
Ela lhe deu o cravo,
      Am7
O outro se ofendeu,
               A7
Ele olhou no revólver,
                   Dm7
Dava tempo e não correu,
Dm7/C     Bm7/5- E7         Am7  C7
Dobrou o joelho, desabou no chão,
           F#º
Os olhos redondos,
          B7/9-     Bm7/5-
E o cravo branco na mão,
E7/9- Bm7/5- E7/9-    Am7  C7
Ai, o pobre, caído no chão,
             F7
De bruços no sangue,
            E7        Am7  C7
Com o cravo branco na mão,
             F7
De bruços no sangue,
            E7        Am7  (E7/9-)
Com o cravo branco na mão,
Amor De Trapo E Farrapo
Tom: Am
Intro: Am7/9 Am7/9 Am7/9 Am7/9 E7/9- 
Am7/9                
Amor de trapo e farrapo 
     D7/9              Am7/9 
Tudo errado mas tão gostoso 
   Em7/5-           A7 
De dar arrepio na espinha 
 Dm7 
Amor de galo de rinha 
 Bm7/5-          E7/9-  
Amor de arrancar toco 
        Am7/9               C7 
Amor de louco contra louca 
F#m7/4           B7/9 
Ciume e fogo nos olhos 
Bm6             (E7/9) 
Beijo, o fogo na boca 
       (E7/9-)        Am7/9 
E o coração, incendio pleno 
     D7/9  
Amor sereno 
     Am7/9 
Amor pirraça 
     D7/9 
Amor veneno 
     Am7/9 
Amor cachaça 
 Em7/5-      A7 
Amor debaixo d'agua 
        Dm7 
Amor no meio dos infernos 
 Bm7/5-       E7/9-           Am7/9 
Amor de meter susto ao padre eterno 
        C7 
E ja se vê 
   Bm7/5-     E7/9-        Am7/9 (E7/9-) 
So pode ser o amor de eu e vocë  
Am7/9 
Amor de trapo e farrapo... 
Quando Eu For, Eu Vou Sem Pena
Tom: Bm
 Bm                       Em 
Quando eu for, eu vou sem pena 
         F7         Bm 
Pena vai ter quem ficar 
 
               B7                       Em 
Morena tão desamada e tão precisada de amar 
            F7                    Bm 
Açucena delicada sem a mão lhe cuidar 
                  G7                   F7 
Curva de rio de sereno sem proa pra navegar 
                   Em           F7          Bm 
E tanta beira de estrada sem um moço pra pousar 
 
                     Em 
O que eu fiz é muito pouco 
      F7          Bm 
Mas é meu e vai comigo 
              B7 
Deixo muito inimigo 
                      Em 
Porque sempre andei direito 
                 F7                   Bm 
Agasalhei neste peito muita cabeça chorando 
                  G7                       F7 
Morena minha até quando você de mim vai lembrar 
 
                          Em 
Quando eu for, eu vou sem pena 
         F7         Bm 
Pena vai ter quem ficar

 

Mulher Que Não Dá Samba
Tom: Cm
Intro:  F#m  G7  Cm  Cm/A#  F#m  G7  Cm  G#7  G7  
 
   Cm          G7            Cm 
Parece que vai tudo em santa paz 
   G7             Cm 
Na base do mais ou menos 
              C7            F#m 
Um pouco mais menos do que mais 
        G7 
Tão regular, sem reclamar 
           Cm     Cm/A# 
Porém não satisfaz 
         D7/A           G#7          G7 
Mas francamente, de que serve tanta paz 
 
 Cm            G7          Cm 
Ainda se fosse brava porém competente 
     C7                            F#m 
Se atrás da bronca viesse a roupa limpa, o café quente 
      G7                  Cm                 Cm/A#                  
Ou se fosse ignorante no claro e ardente no escuro 
           D7/A 
Eu lhe asseguro 
      G#7         G7 
Não faria falta a paz 
 
   F#m            G7           Cm         Cm/A# 
Mulher que não dá samba eu não quero mais 
   F#m            G7           Cm              
Mulher que não dá samba eu não quero mais
Praça Clóvis
Tom: Dm

 

Dm                       A7           Dm
Na Praça Clóvis minha carteira foi batida
      D7                                  Gm
Tinha vinte e cinco cruzeiros e o seu retrato
        A7                           Dm
Vinte e cinco, francamente, achei barato
         E7                      A7
Pra me livrarem do meu atraso de vida
       Gm           A7          Dm
Eu já devia ter rasgado e não podia
       D7                                    Gm
Esse retrato, cujo olhar me maltratava e perseguia
                                 Dm
Um dia veio o lanceiro naquele aperto da praça
    E7              A7            Dm         D7
Vinte e cinco francamente foi de graça
  Gm                            Dm
Um dia veio o lanceiro naquele aperto da praça
      E7            A7             Dm
Vinte e cinco francamente foi de graça
Ronda
Tom: A
A            E/G#
De noite eu rondo a cidade
       Em/G#  F#7
A te procurar sem encontrar
Bm           A#5+                     Bm7b
No meio de olhares espio em todos os bares
          E/G#
Você não está
 A              F#7          Bm7        Dm7
Volto pra casa abatida, desencantada da vida
  C#m7     F#m     F   E7        A   C#m7 Cm7      
O sonho alegria me dá nele você está
 Bm7        A#5+        Bm7      E/G#
Ah, se eu tivesse quem bem me quisesse
       A
Esse alguém me diria
 C#m7                  C#7      F#m         F E
Desiste, esta busca é inútil, eu não desistia
 A                     E/G#    Em/G#
Porém, com perfeita paciência volto a te buscar
 F#7
Hei de encontrar
 Bm                  A#5+                 Bm7
Bebendo com outras mulheres, rolando um dadinho
          E/G#
Jogando bilhar
 A           F#7      Bm7              Dm7
E nesse dia então vai dar na primeira edição
C#m7     F#m       F        E7         A
Cena de sangue num bar da avenida São João

 

Volta por Cima
Tom: Am
      Am E7
  chorei
                     Am
  não procurei esconder
  todos viram
     A7
  fingiram
                       Dm
  pena de mim mão precisava
   G7
  ali onde eu chorei
           C
  qualquer um chorava
         E7
  dar a volta por cima que eu dei
                 Am
  quero ver quem dava
      E7
  um homem de moral
  Am
  não fica no chão
        A7
  nem quer que mulher
       Dm
  lhe venha dar a mão
  reconhece a queda
            Am
  e não desanima
     F               E7                    Am
  levanta sacode a poeira e dá a volta por cima
     F               E7                    Am
  levanta sacode a poeira e dá a volta por cima

BACK | RELOAD | FORWARD